Finanças Corporativas

Setor Financeiro: Comparando Estruturas em Pequenas, Médias e Grandes Empresas 

today
9.6.2024
schedule
6 min
person
Equipe LeverPro

O setor financeiro é a espinha dorsal de qualquer empresa, independentemente do seu tamanho. É nele que ocorrem todas as decisões críticas sobre a gestão de recursos, investimentos, planejamento financeiro e controle de riscos.

Compreender como o setor financeiro opera em diferentes tipos de empresas é essencial para garantir uma gestão eficiente e sustentável

Neste artigo, vamos explorar em detalhes as diferenças nas estruturas financeiras de pequenas, médias e grandes empresas, destacando suas características, funções e a complexidade de suas operações.

O que é o Setor Financeiro?

O setor financeiro de uma empresa é fundamental para a gestão e o controle de todos os recursos financeiros, garantindo que a organização tenha uma saúde financeira sustentável.

Esse departamento assume a responsabilidade de planejar, organizar, direcionar e supervisionar as operações financeiras, enquanto também toma decisões estratégicas ligadas a investimentos, financiamentos e gerenciamento de riscos.

Funções do Setor Financeiro

As principais funções do setor financeiro incluem:

●       Gestão de Caixa: Controle de entradas e saídas de dinheiro para garantir a liquidez necessária para as operações diárias.

●       Planejamento Financeiro: Elaboração de orçamentos e previsões financeiras para apoiar as estratégias de crescimento da empresa.

●       Contabilidade: Registro e monitoramento de todas as transações financeiras para assegurar a precisão das demonstrações financeiras.

●       Gestão de Riscos: Identificação e mitigação de riscos financeiros que podem impactar negativamente a empresa.

●       Investimentos: Avaliação de oportunidades de investimento para maximizar o retorno sobre o capital.

●       Financiamento: Busca de fontes de financiamento adequadas para apoiar as necessidades de capital da empresa.

Estruturas em Pequenas Empresas

Em pequenas empresas, o setor financeiro geralmente é menos estruturado, muitas vezes composto por um número limitado de profissionais que desempenham diversas funções.

Nessas empresas, é comum que o proprietário ou um gerente de finanças supervisione diretamente as atividades financeiras, contando frequentemente com o apoio de um contador.

Características do Setor Financeiro em Pequenas Empresas

●       Multifuncionalidade: Profissionais desempenham várias funções, como contabilidade, controle de caixa e planejamento financeiro.

●       Simplicidade: Processos financeiros menos complexos e mais diretos.

●       Tecnologia: Uso limitado de sistemas avançados de gestão financeira, muitas vezes recorrendo a planilhas e softwares básicos de contabilidade.

Exemplos Práticos

Uma papelaria local, por exemplo, pode ter o proprietário gerenciando as finanças, com a ajuda de um contador externo que visita à empresa periodicamente para atualizar os registros contábeis e preparar as declarações fiscais.

E em muitos casos o contador se quer frequenta a empresa, o empresário é quem tem que enviar todos os meses os relatórios para ele.

Confira este blog com 5 Dicas de Gestão de Endividamento para Pequenas Empresas

Estruturas em Médias Empresas

As médias empresas possuem uma estrutura financeira mais desenvolvida em comparação às pequenas empresas, mas ainda não tão complexa quanto nas grandes corporações.

O setor financeiro é geralmente dividido em departamentos específicos, como contabilidade, tesouraria e planejamento financeiro.

Características do Setor Financeiro em Médias Empresas 

●       Especialização: Profissionais especializados em diferentes áreas financeiras, como contabilidade, tesouraria e análise financeira.

●       Tecnologia Intermediária: Uso de softwares de contabilidade e ERP (Enterprise Resource Planning) para integrar e automatizar processos financeiros.

●       Maior Controle: Implementação de políticas e procedimentos financeiros mais rigorosos.

Exemplos Práticos

Uma empresa de médio porte, como uma distribuidora de produtos eletrônicos, pode designar um gerente financeiro para supervisionar uma equipe composta por contadores, tesoureiros e analistas financeiros, cada um concentrando-se em suas respectivas áreas de especialização.

Estruturas em Grandes Empresas

Em grandes empresas, o setor financeiro é altamente estruturado e complexo, com múltiplos departamentos e uma hierarquia bem definida.

Essas empresas contam com profissionais altamente qualificados e utilizam sistemas avançados de gestão financeira para monitorar e controlar as finanças.

Características do Setor Financeiro em Grandes Empresas

●       Alta Complexidade: Departamentos bem definidos, como contabilidade, tesouraria, planejamento e análise financeira (FP&A), auditoria interna e gestão de riscos.

●       Recursos Avançados: Uso de soluções de FP&A, sistemas ERP e outras ferramentas de automação financeira.

●       Governança Rigorosa: Políticas de governança corporativa e conformidade regulatória estritas para garantir a transparência e a precisão das informações financeiras.

Exemplos Práticos

Uma multinacional do setor de tecnologia, como a Apple, opera um setor financeiro altamente estruturado, subdividido em várias subfunções, cada uma gerenciada por uma equipe dedicada e liderada por executivos de alto escalão. 

Entre eles está o CFO (Chief Financial Officer), que supervisiona integralmente todas as operações financeiras da empresa.

Como funciona a rotina do setor financeiro?

 A rotina do setor financeiro varia conforme o tamanho e a complexidade da empresa, mas algumas atividades são comuns a todas as organizações.

Atividades Diárias

●       Monitoramento de Caixa: Acompanhar as entradas e saídas de dinheiro diariamente para garantir a liquidez.

●       Contabilização: Registrar todas as transações financeiras no sistema contábil.

●       Pagamentos e Recebimentos: Gerenciar contas a pagar e a receber, garantindo que todos os compromissos financeiros sejam cumpridos em tempo hábil.

●       Conciliação Bancária: Verificar se os registros contábeis batem com os extratos bancários, identificando e corrigindo quaisquer discrepâncias.

Atividades Periódicas

●       Elaboração de Relatórios: Preparar relatórios financeiros periódicos, como demonstrações de resultados, balanços patrimoniais e fluxos de caixa.

●       Orçamento e Previsão: Desenvolver e revisar orçamentos e previsões financeiras para apoiar a tomada de decisões estratégicas.

●       Auditoria Interna: Realizar auditorias internas para assegurar a conformidade com as políticas financeiras e regulatórias. Importante ressaltar, que essa atividade acontece com frequência nas empresas de grande porte. Empresas de pequeno porte, não contam com essa cultura organizacional. 

Leia nosso blog sobre “Como gerenciar a pressão da atual crise sobre o Fluxo de Caixa de médias e grandes empresas?

Quais as atividades do setor financeiro?

O setor financeiro de uma empresa desempenha diversas atividades fundamentais para assegurar a sustentabilidade financeira e promover a execução da estratégia de negócios. Algumas dessas atividades incluem:

Planejamento e Controle Financeiro

●       O planejamento financeiro envolve a elaboração de orçamentos e previsões para garantir que a empresa tenha os recursos necessários para atingir seus objetivos estratégicos.

●       O controle financeiro, por outro lado, consiste em monitorar o desempenho real em comparação com o planejado, identificando desvios e tomando ações corretivas.

Gestão de Caixa e Tesouraria

●       A gestão de caixa é responsável por garantir que a empresa tenha liquidez suficiente para suas operações diárias.

●       A tesouraria gerencia os recursos financeiros, incluindo a captação de recursos, investimentos e a administração das reservas de caixa.

Contabilidade e Conformidade

●       A contabilidade envolve o registro e a classificação de todas as transações financeiras, assegurando que os registros contábeis estejam precisos e completos.

●       A conformidade financeira garante que a empresa esteja conforme as regulamentações fiscais e contábeis.

Gestão de Riscos

●       A gestão de riscos identifica, avalia e mitiga riscos financeiros que possam afetar a empresa.

Isso inclui a análise de riscos de crédito, mercado e operacionais, bem como a implementação de estratégias para minimizar esses riscos.

Comparação das Estruturas

Complexidade

 A complexidade do setor financeiro varia conforme o tamanho da empresa.

●       Em pequenas empresas, a estrutura é simples e centralizada, com profissionais acumulando várias funções.

●       Em médias empresas, a estrutura é mais especializada, com departamentos específicos para diferentes áreas financeiras.

●       Em grandes empresas, a estrutura é altamente complexa, com múltiplos níveis hierárquicos e departamentos especializados.

Recursos

Os recursos disponíveis para o setor financeiro também variam conforme o tamanho da empresa.

Pequenas empresas geralmente utilizam ferramentas básicas de contabilidade e gestão financeira, enquanto médias e grandes empresas investem em soluções avançadas de FP&A, ERP e outras tecnologias de automação financeira.

Além disso, grandes empresas têm acesso a uma equipe mais ampla e especializada, com maior capacidade para enfrentar desafios financeiros complexos.

Cargos no Setor Financeiro

Os cargos no setor financeiro variam amplamente conforme o tamanho e a complexidade da empresa.

 Em pequenas empresas, os cargos podem ser mais generalistas, enquanto em médias e grandes empresas, os cargos tendem a ser mais especializados.

Cargos Comuns no Setor Financeiro

Contador: Responsável por registrar e monitorar todas as transações financeiras da empresa.

Tesoureiro: Gerencia o fluxo de caixa e as operações bancárias da empresa.

Confira agora mesmo um guia prático de tesouraria no blog da LeverPro.

Analista Financeiro: Realiza análises financeiras para apoiar a tomada de decisões estratégicas.

Gerente Financeiro: Supervisiona todas as atividades financeiras e elabora estratégias para melhorar a saúde financeira da empresa.

Controller: é responsável por garantir a precisão e a integridade dos registros financeiros da empresa. Ele supervisiona o processo de fechamento contábil, prepara relatórios financeiros e assegura que os controles internos sejam eficazes para prevenir fraudes e erros.      

CFO (Chief Financial Officer): O principal executivo financeiro responsável por todas as operações financeiras da empresa. Além de ser o responsável pelas tomadas de decisões mais importantes deste setor, dentro da empresa.

Exemplos Práticos de Cargos

Em uma grande empresa, como uma corporação multinacional, é comum encontrar uma estrutura hierárquica detalhada com cargos como analistas de risco, gerentes de FP&A, diretores de tesouraria, além do CFO que lidera toda a operação financeira.

Ferramentas Tecnológicas no Setor Financeiro

A utilização de ferramentas tecnológicas pode otimizar significativamente as operações do setor financeiro, melhorando a precisão, a eficiência e a transparência dos processos.

1.   Software de Contabilidade

Pequenas e médias empresas frequentemente utilizam softwares de contabilidade para gerenciar suas finanças. Esses programas auxiliam na contabilidade básica, no gerenciamento de folha de pagamento e na preparação de relatórios financeiros.

2.   ERP (Enterprise Resource Planning)

Para médias e grandes empresas, os sistemas ERP são cruciais. Eles integram várias funções empresariais em uma única plataforma, proporcionando uma visão unificada das operações financeiras, o que facilita a tomada de decisões estratégicas.

3.   Soluções de FP&A

Ferramentas de FP&A são especialmente úteis em médias e grandes empresas para o planejamento financeiro e a análise. Elas permitem a modelagem financeira avançada, a elaboração de orçamentos detalhados e a criação de previsões precisas.

4.   Automação e Inteligência Artificial

A automação e a inteligência artificial (IA) estão revolucionando o setor financeiro. A automação de processos financeiros, como reconciliação bancária e processamento de faturas, reduz erros humanos e aumenta a eficiência.

A IA pode ser utilizada para análise preditiva, ajudando a identificar tendências financeiras e a tomar decisões mais informadas.

Desafios do Setor Financeiro em Diferentes Tamanhos de Empresas

Pequenas Empresas

●  Recursos Limitados: Pequenas empresas frequentemente enfrentam restrições de recursos financeiros e humanos, o que pode dificultar a implementação de processos financeiros sofisticados.

●  Dependência de Poucos Profissionais: A multifuncionalidade pode levar ao excesso de trabalho e ao estresse dos profissionais financeiros.

DICA! Confira 7 etapas para eliminar a dívida das pequenas empresas.

Médias Empresas

●  Necessidade de Especialização: Conforme as empresas crescem, a necessidade de especialização se torna evidente, exigindo a contratação de profissionais com habilidades específicas.

●  Integração de Sistemas: A implementação de sistemas ERP pode ser desafiadora, exigindo uma integração cuidadosa com os processos existentes.

Grandes Empresas

●  Complexidade Organizacional: Grandes empresas enfrentam desafios relacionados à coordenação de múltiplos departamentos e à manutenção da transparência financeira.

●   Conformidade e Governança: A conformidade com regulamentações internacionais e a implementação de políticas de governança corporativa podem ser complexas e exigentes.

Boas Práticas para a Gestão Financeira

Para Pequenas Empresas

●  Educação Financeira: Investir na educação financeira dos proprietários e funcionários pode melhorar a gestão financeira.

●      Tecnologia Acessível: Utilizar softwares de contabilidade acessíveis e eficazes pode simplificar a gestão financeira.

Para Médias Empresas

●  Investimento em ERP: Implementar um sistema ERP e soluções de FP&A pode melhorar a eficiência e a integração das operações financeiras.

●      Treinamento Contínuo: Oferecer treinamento contínuo para a equipe financeira pode manter as habilidades atualizadas e melhorar o desempenho.

Para Grandes Empresas

●  Inovação Tecnológica: Investir em tecnologia, como soluções de FP&A, pode otimizar processos e melhorar a tomada de decisões.

●  Governança e Conformidade: Estabelecer políticas rigorosas de governança e conformidade para garantir a transparência e a precisão das informações financeiras.

Conclusão

O papel do setor financeiro de uma empresa é crucial para garantir sua sustentabilidade e crescimento a longo prazo. Seja qual for o porte da empresa, uma gestão financeira eficaz é essencial para preservar sua saúde financeira e impulsionar a execução da estratégia de negócios. Pequenas, médias e grandes empresas apresentam estruturas financeiras diferentes, cada uma com suas próprias características e desafios.

 Enquanto pequenas empresas podem operar com uma estrutura financeira mais simples e centralizada, médias e grandes empresas exigem maior especialização e uso de tecnologias avançadas para gerenciar suas finanças de forma eficaz.

Compreender essas diferenças é fundamental para adaptar as melhores práticas e ferramentas às necessidades específicas de cada organização, garantindo uma gestão financeira eficiente e o sucesso sustentável no mercado competitivo de hoje.

‍Gostou deste blog? Aprenda também Controladoria nas Empresas: o que é, importância e funções

Fontes e Referências

últimos artigos